Nenhum resultado encontrado.
Mercado Financeiro e Fintechs

Investimento - Riscos de Liquidez

Tenha acesso ilimitado

Acesso a cursos, guias, artigos e vídeos. Sem pontuação CRC.

R$50

/mês

Começar Também preciso de pontos CRC
01/01/2017
Eric Barreto
Partner e Prof. do Insper

Risco de Liquidez. Suponha que o investidor adquiriu 10 imóveis em um condomínio residencial com expectativa de valorização para revender no futuro. Houve a valorização, porém há poucos compradores. Esse efeito impacta para o investidor em vender este ativo abaixo do preço esperado e por um prazo muito maior.

Então, podemos definir que o risco de liquidez se dá quando um determinado ativo perde seu poder de negociabilidade, ou seja, não é negociado pelos preços prevalecentes no mercado e por um prazo maior.

Um exemplo interessante da falta de liquidez foi com a crise americana de 2008, que afetou o Brasil, os bancos menores com fuga de capital para bancos maiores. Estes tendem a ofertar taxas de rentabilidade maiores com o objetivo de ter maior poder de captação.

Quando a mídia divulgou com força a crise americana, os clientes que possuíam depósitos a prazo nesses bancos, imediatamente migraram seus recursos para bancos maiores e mais sólidos no mercado. Pense um pouco. Que problema esse movimento de recursos trouxe para os bancos menores? Risco de liquidez.

Entenda o processo bancário. As captações servem para financiar os ativos bancários pelos prazos acordados. Porém, os clientes para fugir do risco de mercado, sacaram seus recursos antes dos prazos, ocasionando uma descapitalização dos bancos para financiarem os seus ativos financeiros.

O FGC, no período, criou uma garantia especial para esses bancos, que foi o depósito a prazo com garantia especial, DPGE. O objetivo do DPGE foi aumentar a garantia dos depósitos a prazo de R$ 250 mil, para R$ 20 milhões, trazendo assim maior segurança para os investidores em caso de falência bancária.

Você deve ter percebido que o risco de liquidez, não é difícil o seu eu conceito. Porém, conhecê-lo é importantíssimo para o profissional do mercado financeiro e investidores em geral. Conhecer este risco possibilita diminuir as chances de vender ativos financeiros abaixo da expectativa em termos de preço e prazo.

Muito bem, você finalizou o assunto Riscos. Agora é importante falarmos sobre o retorno e rentabilidade que se espera em função do risco. Observe este gráfico e tente interpretá-lo. Antes de conceituarmos rentabilidade, você não deve esquecer esse princípio importante: quanto maior a rentabilidade, o risco tende a ser maior também. Pois é exatamente o que o gráfico mostra para você.

Relacionados