Nenhum resultado encontrado.

CPC 23 / IAS 8 - Erros de períodos anteriores

Tenha acesso ilimitado

Acesso a cursos, guias, artigos e vídeos. Sem pontuação CRC.

R$50

/mês

Começar Também preciso de pontos CRC
01/11/2019
Ivanice Teles
Principal

ORADOR 1 [00:0-4:0-15] Um outro contexto que eu quero trazer para você, que apresenta no CPC 23, é sobre erros de períodos anteriores. O que é importante a gente discutir aqui? Que as entidades, por alguma razão, podem publicar a Demonstração Contábil com algum erro. Não por intenção, não porque ela quer fazer isso, mas, de repente, por alguma falha no sistema, alguma falha até mesmo humana, o homem pode ter executado algum procedimento inadequado, de modo que a informação contábil contém um erro.

ORADOR 1 [00:0-2:0-52] O que são esses erros exatamente? O que a gente pode definir, à luz da norma contábil, que a informação tem um erro? Fraude, por exemplo, erro matemático, então, ao invés de 50, tem o nosso exemplo, eu até tinha a informação para calcular como 50 mas na verdade eu coloquei 48, ou 55.

ORADOR 1 [00:0-1:0-56] Então, vamos entender um pouquinho o que é isso. Acompanhe comigo no material. Então, a norma fala o seguinte, "erros de períodos anteriores" são omissões e incorreções nas demonstrações contábeis da entidade, de um ou mais períodos anteriores, decorrentes da falta de uso, ou uso incorreto, de informação confiável que: estava disponível quando da autorização para divulgação da demonstração contábil desse período; pudesse ter sido razoavelmente obtida e levada em consideração na elaboração e na apresentação dessas demonstrações contábeis.

ORADOR 1 [00:00:0-35] Então, olha só o que ela está dizendo para a gente. Ela fala o seguinte, se você faz uma interpretação de uma norma contábil, por exemplo, o CPC 27, que é a norma de ativo imobilizado, se você faz uma interpretação errada da norma e vai elaborar as suas demonstrações contábeis, seus registros contábeis, mas essa interpretação que você fez da norma está incorreta, o resultado disso vai ser um erro.

P1 [00:00:38] Se você vai fazer determinado procedimento, elaborar, fazer um registro contábil, e você deixa de usar uma informação que, na verdade, você tinha, então, por exemplo, você tinha toda uma base, todo um histórico, todo um conteúdo para fazer a estimativada da sua PDD, relembrando o exemplo que a gente comentou. Você tinha tudo disponível, só que, por alguma razão, você não utilizou aquilo. Por alguma razão, ou se esqueceu, ou achou que não era importante, alguma coisa nesse sentido. O resultado, no caso do nosso exemplo aqui da PDD, vai estar errado.

P1 [00:02:13] É isso que a norma está dizendo aqui para a gente. Não é somente uma questão de não utilizar a informação, mas também de utilizar essa informação de forma inadequada.

Relacionados