Pontos CRC, cursos, conteúdo, normas e compliance com o M2M PRIME Assine o M2M PRIME
Nenhum resultado encontrado.

CPC 16 / IAS 2 - Estoques - CPC 16 / IAS 2 - ESTOQUES - Exemplo de itens que fazem e não fazem parte do custo do estoque

Publicação
17/08/2020
Conteúdo restrito para assinantes PRIME.
Todo o conteúdo do site em uma assinatura única.
Transcrição

Agora a gente vai ver um exemplo que está aí no material e eu trouxe aqui para o quadro, para a gente recordar um pouquinho de tudo o que a gente falou até agora de itens que compõem e não compõem o custo de estoque, ok? Então, essa mesma lista está no nosso material. Aqui eu só coloquei para a gente fazer juntos. Mas depois, se você puder, dá uma pausa no vídeo, tenta fazer sozinho e a gente volta para você acompanhar.

Então vamos lá. Pagamento de matéria-prima, MP -matéria-prima, líquidos de impostos. Esse pagamento faz parte do custo de estoque? O que você acha, sim ou não? Sim, vai fazer parte, perfeito. Por que vai fazer parte? Porque é o preço de compra que a gente tinha visto anteriormente. Então esse aqui vai fazer parte do custo.

Tributos recuperáveis vai fazer parte? Não faz parte, exatamente. Por quê? Porque a empresa vai recuperar. Então, tudo aquilo que ela for recuperar, ou seja, ela pode até registrar em uma conta apartada no seu plano de contas. E na hora que ela for fazer a venda do produto acabado, ela vai fazer a compensação, que ela não paga de novo. Então, já que ela recupera, então isso aqui não faz parte.

Tributos não recuperáveis. Então, se os recuperáveis não fazem parte, os recuperáveis fazem parte. Vão fazer parte. Gastos administrativos. Gastos administrativos vão fazer parte ou não?

Não vão fazer parte, exceto na situação em que sejam gastos administrativos, despesas administrativas que estão relacionadas com o processo de trazer o ativo para a sua condição atual, o seu local atual. Aí sim, nessa situação ele vai fazer parte. Mas aqui do jeito que está, genérico, gastos administrativos não fazem parte, que foi o que a gente viu anteriormente.

Frete. Frete vai fazer parte do custo de estoque? Vai fazer parte. Por quê? Porque frete é um transporte, uma despesa de transporte. Vou utilizar aqui a outra canetinha. Então frete vai fazer parte, porque frete aqui é o custo de transporte. Mas aqui tem um ponto importante que é o seguinte. Se o cliente, a parte que compra dessa empresa, pagar o frete, ela não vai fazer nada. Ela não vai fazer absolutamente nada.

Então, ela só vai considerar aqui o frete se efetivamente não tiver parte do processo de venda, porque despesas de venda não fazem parte. E também se esse frete não for pago pelo cliente. Se o cliente... Isso acontece. Talvez, fazendo aqui uma alusão ao caso de compra na internet. Às vezes você compra pela internet e você vê lá o valor. R$100, por exemplo. Você vai comprar uma camisa de uma loja na internet.

E aí tem lá R$100. Só que tem o campinho para você colocar o CEP. Na hora que você coloca o CEP, ele acrescenta o valor que é para você pagar o frete. Nessa situação, quando o cliente paga o frete, não vai fazer parte do custo. Nesse caso aqui, a gente está colocando que sim, porque não faz parte do processo de vendas, das despesas de vendas, e também não é o cliente que está pagando, é o transporte. Então eu vou considerar.

Mão de obra direta. MOD - mão de obra direta, vai fazer parte do custo? Lembra que esse D aqui está relacionado com "diariamente atribuíveis". Tudo o que a gente viu anteriormente. Tudo aquilo que está relacionado com os custos diretamente atribuíveis àquele produto vai fazer parte do custo do estoque. Então, mão de obra direta obviamente vai fazer parte do custo.

Aluguel da fábrica, isso aqui é interessante. Por quê? Porque aluguel, via de regra, é uma despesa administrativa, não é, o aluguel? Mas aqui a gente tem que levar em consideração o seguinte. Se a empresa não tivesse essa fábrica, não pagasse o aluguel da fábrica, ela ia conseguir produzir o produto, fabricar o produto? Ela não conseguiria.

Então ela precisa daquela fábrica, ela precisa pagar aluguel daquela fábrica para que ela tenha condições de fabricar o produto. Então, esse gasto aqui está diretamente relacionado com o custo. Por quê? Porque a empresa só tem esse aluguel por causa do produto.

Se ela não tivesse esse produto, se ela não fabricasse esse produto, ela não ia precisar ter esse aluguel. O core dela, o business dela é esse produto. Então, esse custo vai fazer parte do valor do estoque. Então aqui também vai fazer parte.

E por fim, no nosso exemplo a gente tem comissão aos vendedores, um percentual aos vendedores, à área comercial. Vai fazer parte? Não vai fazer parte, exatamente. Não vai fazer parte do custo do estoque. E aí, você conseguiu acertar todas? Espero que sim!


Texto gerado automaticamente.

Acesso ilimitado ao site
M2M PRIME
Cursos + Conteúdo + Manuais + Normas + Alertas + Pontos CRC
M2M PRIME