Abrir Menu

Para que serve a contabilidade?

Artigo de Eric Barreto, professor do Insper e diretor da M2M, explica a utilidade da contabilidade e alguns dos seus conflitos.


Para que serve a contabilidade?
Eric Barreto
Eric Barreto
Professor do Insper e diretor da M2M

02/06/2014

Uma angústia que já confessei para os meus alunos dos cursos de contabilidade elementar e contabilidade para não contadores tem relação com as funções da contabilidade. Não foi uma, mas várias as vezes em que algum amigo, sabendo da minha formação de contador, me procurou para pedir dicas de como fazer o imposto de renda. E eu juro que entendo muito pouco desse assunto… Até pago para não fazer minha própria declaração de imposto de renda.

A contabilidade pode assumir diferentes funções, dependendo do usuário da informação.

Poderíamos falar de outras classificações, mas vou ficar apenas nas três principais: contabilidade fiscal, contabilidade gerencial e contabilidade societária.

A contabilidade fiscal (ou tributária) tem o governo como usuário. Sua função é apurar os valores de impostos a pagar, e normalmente segue regras mais rígidas, para evitar o gerenciamento de resultados e, consequentemente, do imposto a pagar.

A contabilidade gerencial tem os gestores de uma entidade como usuários. Existem diversas práticas e padrões, porém, não existem regras. Ela serve para dar embasamento ao planejamento, ao controle e às tomadas de decisões dos gestores.

Já a contabilidade societária, comumente chamada de contabilidade financeira, se encarrega de prover informações aos usuários externos, principalmente sócios e credores. Segue princípios e pressupostos para garantir comparabilidade, mas é menos regrada que a contabilidade fiscal. Desde o exercício social terminado em dezembro de 2010, o Brasil segue os padrões internacionais de contabilidade (IFRS), e pratica um padrão no qual a essência econômica das transações é privilegiada, em detrimento da sua forma jurídica.

Assim como a contabilidade fiscal serve para apuração, planejamento e controle tributários, a contabilidade gerencial serve para planejamento, orçamento, controles e suporte a tomadas de decisão, e a contabilidade societária serve para apoiar usuários externos na decisão de investir ou financiar uma entidade.