Pontos CRC, cursos, conteúdo, normas e compliance com o M2M PRIME Assine o M2M PRIME
Nenhum resultado encontrado.

PIX – O Novo Sistema de Pagamento Instantâneo do Brasil - Fazendo pagamentos e transferências por meio do PIX - Como fazer um PIX

Publicação
19/11/2020
Conteúdo restrito para usuários do site.
Crie sua conta gratuitamente.
Transcrição

Para fazer um pix é muito simples. A gente vai falar daqui a pouquinho sobre a questão de cadastrar a chave do pix, mas imagina que você quer fazer um pagamento, ou que você queira fazer uma transferência à vista. Então, neste primeiro momento, o pix, a gente está falando de transações à vista. Você vai precisar do QR Code, desse codigozinho aqui, o código de resposta rápida, ou você vai precisar da chave do recebedor, a chave da pessoa que você quer fazer a transação, que você quer fazer o pix. Ou da empresa, porque você pode, por exemplo, em um restaurante, ao final, quando o garçom trouxer a conta para você, você quer fazer um pagamento à vista. Então, se porventura não tiver o QR code, você fala assim: "Ah, me fala aí qual que é a sua chave". Aí vão te falar: "É o número do celular do estabelecimento". Então, o que você vai fazer? Você vai pegar o seu celular, se tiver o QR code você vai colocar o QR code, vai fazer a leitura, e aí vai informar o valor, automaticamente, 10, 15 segundos, o estabelecimento já recebeu, ou a pessoa física já recebeu. Uma outra possibilidade, se porventura não tiver o QR code ou a chave, no caso o celular como eu falei, você vai poder fazer o cadastro digitando os dados como você faz hoje. Um exemplo que eu tinha falado anteriormente, da situação que aconteceu comigo na venda de um automóvel, a pessoa, o comprador preencheu a agência, preencheu a conta, preencheu o número do CPF... Isso quer dizer que você vai poder continuar, no caso de transação e transferência, vai poder continuar fazendo o que você já faz hoje. Se, em um primeiro momento, você quer apenas observar como que vai ser, enfim... Então, você quer fazer o pagamento, você quer fazer a transação, e você não quer utilizar a chave e o QR code? Pede o CPF, pede o número da agência e o número da conta. O que acontece é que você vai gastar um pouco mais de tempo, não é verdade? Porque o tempo que a pessoa vai te informar esses dados, e que você vai preencher, vai ser um tempo maior que a leitura do QR code ou a própria informação da chave do celular, por exemplo, e 10, 15 segundinhos o pagamento já foi efetuado. Então, fica a seu critério. O QR code tende a ser muito utilizado. Você deve ter percebido que eu falei bastante sobre ele, porque o QR code, sendo estático ou flexível, vai proporcionar ainda mais rapidez. Imagina que, quando você for numa loja e for fazer aquele determinado pagamento, a loja vai vincular os dados da conta dela ao QR code. Então, quando você for fazer o pagamento, basta pegar o seu celular como eu falei, vem aqui e escaneia pela câmera. Automaticamente vai fazer a transação. Se você for na loja no dia seguinte ou um mês depois e ela não tiver feito alteração no QR code, o QR code vai ser o mesmo, que é o estático, que é o que a gente estava falando. Quando que você vai ter o QR code flexível? Quando, por exemplo, em determinada situação, for necessário que você tenha um outro código para fazer a transação complementar. Por exemplo: você deixou de pagar uma conta, atrasou, e aí vai ter uma tarifa, vai ter um juro, você vai pagar um valor a mais. Então, neste momento, o estabelecimento ou a organização vai te enviar um outro QR code, um QR code flexível, que você também vai fazer o escaneamento com seu celular e vai fazer o pagamento tranquilo. Então, é bem simples, bem fácil assim. Vai ter muita interação, essa é a questão. Você vai estar a todo tempo interagindo com essa questão de pagamentos.


Texto gerado automaticamente.

Acesso ilimitado ao site
M2M PRIME
Cursos + Conteúdo + Manuais + Normas + Alertas + Pontos CRC
M2M PRIME
Relacionado