Nenhum resultado encontrado.

Contabilidade do Setor Imobiliário (Real Estate) - Tópicos Essenciais - Correção do exercício

Tenha acesso ilimitado

Acesso a cursos, guias, artigos e vídeos. Sem pontuação CRC.

R$50

/mês

Começar Também preciso de pontos CRC
13/05/2020
Eric Barreto
Partner e Prof. do Insper

ORADOR 1 [00:00:00] Muito bem. Vamos agora, então, corrigir os exercícios que estão nos slides 14 e 15.

ORADOR 1 [00:00:09] O primeiro deles é: entidade A comercializa terrenos, ou seja, ela compra imóveis para vender no curto prazo com lucro. Se a entidade comercializa terrenos, ela compra e vende no curto prazo para obter lucro, essa entidade tem uma quantidade limitada de terrenos, certo? Está dizendo que isso é a atividade da empresa, então a gente contabiliza isso como Estoque.

ORADOR 1 [00:00:44] Vamos para o próximo item. Esses exercícios (legal esclarecer isso) são baseados em exemplos do IFRS, que é uma norma contábil internacional. A gente atende aqui no Brasil, mas ela é uma norma internacional. Então tem alguns exemplos que não são tão adequados aos negócios que acontecem aqui no Brasil, mas eles são legais pra gente entender conceito.

ORADOR 1 [00:01:15] Esse é o caso dessa entidade B. Entidade B comercializa licenças de táxi. Só que aqui no Brasil, não me lembro disso ser um negócio comum, você ter uma empresa que compra licenças de táxi e vende licenças de táxi. Mas em outros países isso é um negócio que acontece. É um negócio que pode acontecer: ter uma empresa, entidade B, que compra licença daqueles taxistas que estão deixando a profissão, querem vender sua licença, e elas revendem para outros que pretendem entrar nesta profissão. Veja, a entidade B tem uma quantidade limitada de licenças. Ela compra e vende, então essas licenças estão no Estoque. Muito bem.

ORADOR 1 [00:02:11] Vamos então falar da entidade C. Comercializa vinho das uvas colhidas dos seus vinhedos. Independente das outras informações que tem no exercício, vinho colhido das uvas dos seus vinhedos, ciclo de produção de três anos, não importa. O que ela tem já é um produto desse ativo. Você tinha um Ativo Biológico que era a plantação. Isso aqui virou um Ativo Agrícola, um produto agrícola, que são as uvas colhidas, e que virou um produto final que é o vinho. A gente está falando desse produto final, do vinho. Então, esse cara aqui, está no Estoque, também em quantidade limitada, a empresa vende, então também está contabilizado no Estoque.

ORADOR 1 [00:03:25] Entidade D possui lubrificantes que são utilizados na sua atividade. Ela não vende lubrificantes, mas ela usa esses lubrificantes. Ela consome nas suas máquinas, máquinas do seu processo fabril. Embora ela não venda, ela tem uma quantidade limitada de litros de lubrificante e vai consumindo isso. Então esses lubrificantes também estão no Estoque desta entidade.

ORADOR 1 [00:03:57] Legal? Está indo bem?

ORADOR 1 [00:03:58] Então, vamos agora para a entidade E. Essa é fácil. Ela tem uma fábrica e, nessa fábrica, ela tem uma máquina de limpeza de longa duração, feita sob encomenda. Máquina de limpeza é um item tangível pra uso da entidade. Ela mantém isso na fábrica e é longa duração, ou seja, mais de um exercício. Então, está quase toda a definição do Ativo Imobilizado aí. Então, estamos falando de Ativo Imobilizado.

ORADOR 1 [00:04:38] Vamos corrigir agora os do slide 15?

ORADOR 1 [00:04:42] Temos a entidade F, que é proprietária de filmes e gravações de áudio, que licencia aos seus clientes. Agora, preste atenção: a entidade F é proprietária dos direitos de filmes e de gravações e ela licencia os clientes. Não está dizendo que ela tem uma quantidade limitada. Está dizendo que ela licencia para os clientes, mas não diz: "ela tem 100 licenças, ela tem uma quantidade limitada". Então, aqui, a gente não está tratando de Estoque. A gente está tratando de Ativo Intangível. Se você falou Ativo Intangível, você acertou!

ORADOR 1 [00:05:23] Vamos pro próximo item, que é da identidade G. Essa também é fácil. A entidade G é proprietária de um trator para transportar ração para o rebanho. Trator, item tangível. Para transportar rações para o rebanho, quer dizer, é para o uso da própria entidade. O trator tem uma natureza, até por ser um veículo e item tangível, de ser usado por um prazo longo, mais de um exercício. Então, de novo, nós temos aqui um Ativo Imobilizado.

ORADOR 1 [00:06:02] Agora, o item que eu considero mais difícil neste exercício é esse da entidade H. Entidade H compra um prédio. Este é o prédio da entidade H. Não sei se parece bem um prédio mas, acreditem, esse é o prédio da entidade H. Muito bem. Prédio da entidade H está aqui, e ela comprou para alugar para a sua controlada. Entidade H controla a "galinha". Então, entidade H controla a "galinha". Entidade H é proprietária deste prédio e ela tem um contrato de aluguel. Então, ela aluga para a "galinha". A "galinha" é que faz o uso. Então, uma é proprietária, a outra faz o uso.

ORADOR 1 [00:07:34] E aí? Como é que a gente contabiliza este imóvel? Em qual das linhas do balanço?

ORADOR 1 [00:07:46] Estoque não é. Certo? Ela não está falando em vender. Estoque não é. Ativo Intangível também não é porque ela não está trocando esse imóvel por algum direito, por um contrato de concessão. Então nós temos, basicamente, duas opções aqui: Ativo Imobilizado ou Investimento.

ORADOR 1 [00:08:09] Se você falou Ativo Imobilizado, você acertou! Se você falou Investimento, você também acertou! Mas, agora a gente tem que subir um pouquinho o nível.

ORADOR 1 [00:08:24] Se a gente pensar na entidade H individualmente, ou seja, o balanço individual da empresa H, está olhando só para ela. Então, no balanço individual, ela é proprietária do imóvel e ela está alugando para alguém que está fora desta entidade H. Então, no balanço individual, nós temos uma propriedade para Investimento.

ORADOR 1 [00:08:59] E no balanço consolidado, porque H controla a "galinha", e o balanço consolidado é o balanço que considera controlador e controladas como uma coisa única. Então eu fecho a porteira do consolidado. Então esse é o consolidado. E, dentro dessa porteira do consolidado, a gente considera que todo mundo é uma entidade única. Como todo o mundo é uma entidade única, quer dizer que a própria entidade consolidada faz uso do prédio. Se ela própria faz uso do prédio, quer dizer que no balanço consolidado isso é um Ativo Imobilizado.

ORADOR 1 [00:09:47] Legal? Esse é um pouquinho mais complexo, mas ajuda a gente a evoluir nesses conceitos, conceito de ativo. Às vezes a gente acha que é uma coisa tão simples, mas tem suas sutilezas.

Relacionados