Abrir Menu

Marcos Lisboa assume a presidência do Insper


Marcos Lisboa assume a presidência do Insper
Claudio Haddad
Claudio Haddad
Presidente do Insper

23/04/2015

Em carta, Claudio Haddad dá as boas-vindas ao novo presidente do Insper.

Há dezesseis anos, adquiri as atividades educacionais do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais e, em março de 1999, abrimos a Faculdade em São Paulo. Em abril de 2004, meus sócios minoritários na época e eu doamos a Faculdade para um instituto, iniciando a trajetória do Insper como instituição acadêmica independente, sem fins lucrativos.

Nosso objetivo foi o de deixar um legado, seguindo o modelo das universidades privadas de primeira linha norte-americanas, que têm conseguido se perpetuar através de gerações, mantendo seu nível de excelência no ensino e pesquisa.

Viabilizar este modelo no contexto de nosso país não é trivial. Acredito que para ele ser bem-sucedido é fundamental que algumas condições sejam atendidas. Primeiro, que haja uma governança efetiva, representada por um grupo de pessoas que ajam como donos, sendo guardiões dos valores e da missão do Insper. Segundo, que esse grupo tenha o apoio de ampla parcela da sociedade, em particular da comunidade formada por aqueles que tenham participado de nossa experiência educacional, com destaque para nossos Alumni. Terceiro, que o Insper procure sempre operar em um ambiente caracterizado por uma saudável concorrência, estimulando sua constante busca de excelência educacional. E, quarto, mas não menos importante, que seu diretor presidente seja um líder com dedicação e competência para fazer com que o Insper atinja patamares crescentes de qualidade.

Para se perpetuar, uma instituição deve ser maior do que as pessoas que lá estão. Há dois anos decidi que, para encaminhar um processo visando à perenidade do Insper, era hora de cuidar de minha sucessão. Para minha satisfação, Marcos Lisboa aceitou na época o convite para ser vice-presidente da Escola, dentro do objetivo de se tornar meu sucessor, o que acaba de ser efetivado por nossos fóruns de governança, nomeando-o Diretor Presidente do Insper.

Marcos é um talento raro, reunindo uma rica experiência na academia, como professor e pesquisador na EPGE-FGV, no governo, como Secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda e na iniciativa privada como diretor do Itaú-Unibanco por sete anos, assumindo múltiplas responsabilidades. Ele compartilha minha paixão por educação e pelo Insper e, após dois anos como vice-presidente, conhece profundamente a Escola, tendo sido responsável por importantes melhorias operacionais e por um redesenho nos perfis de carreira de nosso corpo docente exclusivo, criando espaço para simultaneamente aumentarmos nossa qualidade de pesquisa e de ensino. É para mim um privilégio tê-lo como meu sucessor.

De minha parte, continuarei altamente envolvido com o Insper, como Presidente do Conselho Deliberativo e da Assembleia de Associados, onde as questões estratégicas, valores e missão são discutidos. Estarei presente, participando das atividades da Escola e colaborando com Marcos e sua equipe para superar nossos desafios.

Tenho certeza que Marcos Lisboa será um líder efetivo que não só dará continuidade como melhorará substancialmente o trabalho feito até aqui, deixando sua marca na história da Instituição.

Peço a todos que deem total apoio ao Marcos nesta nova fase do Insper. O continuado engajamento de vocês é absolutamente fundamental para cumprirmos nossa missão.